quarta-feira, 25 de julho de 2007

Pan confirma a maravilha cubana

Não, este não é um post sobre o Pan e muito menos sobre esportes. Até o final da semana passada, foram-se confirmados o “desaparecimento” de 3 atletas e um treinador cubanos. Os desertantes são o jogador de handebol Rafael Capote, o técnico de ginástica artística Lázaro Lamelas Ramírez, e os boxeadores Guillermo Rigondeaux (foto2) e Erislandy Santoya, que abandonaram a competição sem explicações ou pistas de seus paradeiros.

Essas deserções são nada mais do que um frio e cruel retrato da realidade escondida pelo mundo da lastimável situação em que se encontra Cuba há 48 anos.

Tido por jovens idealistas como um país revolucionário e de ideologia inteligente, Cuba máscara uma dor latente em sua população esfomeada, amordaçada pela censura e esquecida pelo mundo.

Com quase 81 anos, em um estado de saúde condenável e um discurso que nunca foi muito lá inteligente, Fidel Castro (foto1) foi o responsável de fazer de “seu” país um antro sujo de calamidades desonestas, onde o povo é obrigado a viver com o mínimo necessário há 48 anos. Sempre colocando Cuba como um país digno de ser chamado de país, Fidel parece se esquecer das taxas de miséria e de mortalidade infantil cubanas, ofuscando à sua realidade, com 60 mansões à sua disposição.

É triste, nós brasileiros, acostumados com a diferença de classes, depararmos com uma manchete de jornal em que Cubanos são obrigados a vender uniformes para comprar comida e roupas, além de “bugigangas” – como esmaltes e máquinas fotográficas-, que para nós é super normal encontrar, mas que são levados escondidos por eles, para que não tomem antes mesmo de desembarcarem me sua nação.

Em um mini-documentário feito pela banda Audioslave em seu dvd Live in Cuba, os integrantes fizeram questão de ressaltar as diferenças sociais que há inclusive em Havana. Visitaram casas de famílias, onde angus de milho são tidos como refeições certas e logo após mostraram o banquete que os esperava no hotel. Muito disso acontece por lá. Aliados políticos de Fidel Castro têm uma vida incrivelmente confortável, enquanto seu povo...

O que também é incrível, é que ninguém se preocupa. Raramente a ONU se intromete quando se trata de Cuba. Não se vê ONGs e nem países preocupados em resolver tal problema. Assim, os cubanos são obrigados a viver daquela forma sem ter para onde correr. Os que tem sorte, conseguem desertar do país e saem sem olhar para traz. Castro, nesta segunda, fez um pronunciamento chamando os desertores de “traidores da pátria”. Poxa, traição? Fidel falar de traição? Desde o final de década de cinqüenta, apoiado pelo espírito do falsamente idolatrado Che Guevara, Castro proclama um sonho que nunca se realizou. Transforma uma população sofrida pela miséria, em um exemplo revigorante de política socialista a ser seguido. E o pior, está sendo seguido. Pseudo-socialistas, como Chávez e Moralez (e porque não Lula?), acometem de aclamar o ditador e tentar seguir seu exemplo. Aqui no Brasil, felizmente, temos uma certa fraqueza no comando, e por isso essas idéias ilusórias não nos afetam, mas no caso da Venezuela, por exemplo, já se tornou ridículo.

O mundo, principalmente os latinos, deveriam encarar a realidade. Cuba não é uma maravilha de país, seu povo sofre e muito. A deserção desses atletas no Pan é apenas mais uma indicação dentre tantas passadas para nós diariamente. É lamentável que aquele povo seja esquecido, enquanto seu ditador continua por acabar com o ego de nosso vizinhos. Se nós podemos usufruir de liberdade, liberdade para trabalhar e ganhar justamente, liberdade para comprar o que quisermos - e pudermos-, liberdade para comer idem, liberdade para falar e se defender.....enfim Liberdade. Se nós temos isso, por que eles não podem ter?

25 comentários:

Camilinha disse...

Olá!!!
Caso não saiba, sou da comunidade do orkut, e to postando aqui, como prometido! Rss
Muito bom o texto, na verdade, faz refletir, mas eu, particularmente, já cheguei a conclusão de que a liberdade é utópica demais pra esse mundo.
Muito legal o seu blog, tá de parabéns!
Bjss e continnue postando textos assim!

Loucos do blog disse...

No mundo nada é perfeito. Esses dias tava pensando o socialismo no papel é lindo mas na realidade não acontece. Todos os paises que já foram socialistas viviam em um regime rigido cheio de regras onde não havia liberdade. E o pior que homens como Fidel pregam o socialismo mas não o pratica pois em Cuba não são todos iguais. Fidel e seus companheiros tem vida boa enquanto a população sofre nas ruas.

Pk Ninguém disse...

E tem gente que ainda idolatra Cuba e Fidel Castro. Tudo bem durante a sua ditadura ele ter criado um potência esportiva, mas enquanto ao seu povo?
Não é raro vermos casos de pessoas que fogem de lá das formas mais inacreditáveis, com jangadas improvisadas, botes e até pneus de caminhão.
Mas será que a saída de Fidel do poder resolveria? Creio que não, ele deve ter algum sucessor muito bem instruído na certa.

Adrian Masella disse...

Deserção parece normal em paises socialistas, é comum professores de escola [pelo menos na minha] dizerem que quando a URSS existia, os atletas se esforçavam ao máximo para poderem ir para uma olimpíada, e aí terem uma chance de escapar do país!!!

Mas ao que diz respeito a Cuba, a gente não pode colocar a culpa apenas em Fidel. Afinal de contas os EUA isolaram Cuba do mundo TOTALMENTE com o bloqueio que impede que Cuba faça transações com outros paises [ta certo que isso ocorre por debaixo dos panos, mas não é suficiente].

Não acho traição o que os atletas fizeram, apenas queriam a VERDADEIRA liberdade!

Danilo Moreira disse...

Sinceramente, nunca vi nenhum pais socialista/comunista ser realmente esses sistemas. Todos, por trás, fizeram coisas parecidas com o capitalismo, a diferença q com um discurso melhor e nao tão selvagens.

A ONU é pau mandado dos Estados Unidos.

Otima postagem, flw!!!

-----------------------------------
http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.

Novo texto: Pergunta Importante.
-----------------------------------

Rê Doria disse...

Muito bom, cara! Legal que eu e uns amigos estávamos aqui em casa acompanhando as competições de ginástica (as únicas que gostamos) e apareceu a ginasta cubana, o que acendeu a discussão justamente sobre a deserções cubanas. Alguns deles nem sabiam que coisas como essa ocorriam... E, realmente, a situação cubana é deprimente. Foda que até o "socialismo" da URSS não deu certo... Eram fodões pra fabricar armas, agora não sabiam fazer nem um liquidificador. Daí, a herança ficou..
E tbm tem muita gente de Cuba que ama o Fidel e tem orgulho da sua história.. Mas fica complicado pra discutirem sobre isso, pq com certeza eles não tem o mínimo de informação que deveriam ter...
:/

Muito bom o blog!
;]

Mau disse...

E viva cuba! õ/

Bruno R.Ramos disse...

É , o caso é de se pensar. Vou dar uma cubada nas matérias sobre Cuba.Valeu!

Bruno R.Ramos disse...

Acho que o pos é necessário para reflexões muito úteis. Hoje, no enanto, creio que há muito mais misttificação do que verdade a respeito de Cuba, como vemos acontecer no brasil tb. Há interesses envolvidos de ambos os lados da moeda. Não existe socialismo, essa é a maior verdade. existe sim, discurso, e só!

Dragus disse...

Discordo em alguns aspectos, principalmente no que diz respeito a viver em Cuba.

Anos atrás o irmão do meu padastro viajou para para Cuba para se tratar de Diabetes, pois lá era o melhor lugar para isso. Infelizmente nada puderam fazer os médicos de lá e ele acabou ficando cego (era tarde demais pra tratar)... Mas não vem ao caso.

Ele morou em Cuba alguns meses e fez amigos por lá e a realidade de lá é moldada pelos que resistem a uma propaganda enganosa americana (do "american way of life") e os que cedem a ela e servem de palhaços no picadeiro armado pelos norte-americanos e aceito pelos demais países do mundo.

Na verdade o que falta a Cuba é apenas uma carga de investimentos internos que foram sumariamente interrompidos quando o país do tio Sam impôs o famoso embargo. Depois disso Cuba passou a depender única e exclusivamente do mercado entre ela e os países socialistas ligados a URSS.

Com o fim da URSS, findou-se a grana, o fornecimento de comida e tudo mais. Como Cuba é um país que cometeu um erro que Fidel já disse para não cometermos com o Biodiesel (de dar incentivos a produção de culturas que tornam o solo inútil - e desvirtua o povo. - a outras mais úteis para o desenvolvimento interno) o erro que eles cometeram em por anos e anos dependerem da troca de Cana-de-Açucar + Tabaco no comércio com os russos para quando o socialismo acabou tornarem-se vítimas de sua própria especialização.

Qualquer outro país do mundo teria cedido a essa quebra depois disso, mas admiro Cuba por ter resistido a esses chicotes.

De qualquer forma, a história irá julgar quem estava certo, se os EUA por matarem Cuba de fome, ou Cuba por não ceder ao imperialismo norte-americano.

Esses atletas que fugiram não fugiram por liberdade, fugiram porque queriam se encher de dinheiro. Só isso.

Eles tinham tudo em Cuba, menos dinheiro pra bancar o "american way of life", Foram atrás dos dólares que querem. =/

Arthurius Maximus disse...

Incrivelmente, isso se repete em todos os países "socialistas". Na antiga URSS, as elites tinham tudo do bom e do melhor (Stalin tinha uma coleção de carros e vinhos raros) e a população mal tinha o que comer. Na Coréia do Norte, o pigmeu no trono vive como rei e sua corte como caviar e nada em champagne, o povão não pode nem comer alfafa. Em Cuba dá-se o mesmo, as elites no poder se dão bem, enquanto os outros padecem na miséria. Se a miséria fosse geral, vc até aceitaria o sacrifício de todos por todos. Mas o sacrifício de todos para que alguns tenham tudo é um absurdo. Não é a toa que o regime caiu ao redor do planeta, sendo mantido apenas por ditaduras e pela força. Contudo com a morte dos líderes máximos, a tendência é que se acabem também.

Meaj_fap disse...

Tmb sou da comunidade do orkut, só passando pra comprir o trato, flw bom blog....

Dantas disse...

É o socialismo extremo que ainda é aplicado.
Bom, tem quem concorde, mas soa estranho depois que vivemos a nossa realidade.
Mas, o contraste e investimento em esportes (que continua brilhando neste PAN como em outras competições) destoa.

Gostei bastante do seu blog. Parabéns!

Abs
Dantas

Diego Pessoa disse...

iae. \o
bom post. xD

MaxReinert disse...

... realmente... é um assunto bastante instigante e contraditório...

Por mais que se pregue o idealismo socialista, eu não consigo aceitar viver sem a liberdade!!!
Nem que seja essa simples e ilusória do "Ir e Vir"....

Quero poder dizer que acho nosso Presidente um equivocado e ir emboar do país, se desejar!!!!

Mas, tem qum goste de cabresto!!!!

Freddy Jorge Simões disse...

Liberdade engloba principalmente a possibilidade de ESCOLHA! Se os atletas optaram pelo "american way of life", isso é um direito deles! Quem sou eu para afirmar que eles tinham "tudo" em Cuba? Tal questão é mais subjetiva do que você pensa, caro Dragus! Na verdade, em Cuba o sistema "socialista" serve apenas para tolher a liberdade! É muita inversão de valor!!!

---------------------------------

Prezado Diogo,

Gostaria de lhe pedir uma dica: como faço para inserir em meu blog um contador de acessos? E como fazer para que mais sites de busca façam referência a ele?

Grato,

Freddy Simões
http://www.cafe-cultural.blogspot.com

Cris Penha disse...

esse assunto muito me chama atençaõ e aki pude ler de modo claro e interessante sobre esses 'desapareimentos incríveis'.

A verdade é que se lá fosse bom não teria gente fazendo isso. O sistema tá falido, as causas não são mais tãonobres e a população merece e precisa de estímulos para seguir.

Esses fatos poderiam abrir a mente dos governantes ( governante!) daquela belíssima ilha, mas o q será q eles esperam ainda?

ótimo texto, parabéns

Elza disse...

Acho que socialismo/comunismo juntos não não funcionam... acaba que não resta nem a principio báscio q é o da liberdade...

=[
***
diego ainda não recebi o email com os seus indicados ao prêmio 5 estras...
será que vc pode reenviar?
**

Dragus disse...

Liberdade engloba principalmente a possibilidade de ESCOLHA! Se os atletas optaram pelo "american way of life", isso é um direito deles! Quem sou eu para afirmar que eles tinham "tudo" em Cuba? Tal questão é mais subjetiva do que você pensa, caro Dragus! Na verdade, em Cuba o sistema "socialista" serve apenas para tolher a liberdade! É muita inversão de valor!!!

Não tão subjetiva assim, você tem uma opinião acerca de Cuba nem um pouco subjetiva, logo, é meio incoerente afirmar isso.

Liberdade não é apenas "escolher". Se "escolher" fosse liberdade, quem "escolhe" matar ou roubar não deveria ser preso, pois "escolheu" fazer o que fez.

Cada cultura tem sua definição de liberdade, assim como você tem a sua, eles tem a deles.

Um trecho me chamou atenção em particular:
Quem sou eu para afirmar que eles tinham "tudo" em Cuba?
Te respondo com outra pergunta:
Quem é você para afirmar que eles tinham "nada" em Cuba?

Dado que:
1- Postei baseado em opiniões de pessoas que moram lá e mantém contato com meu parente quase semanal (a Oi o ama por causa disso);
2- Em nenhum momento me baseei em "achismo", citei situações históricas que estão (ou estavam quando estudei... sei lá como andam os livros hoje em dia) em qualquer livro de história.
3- Se ler a respeito de revolução cubana, vai ver o quanto Cuba era "livre" antes de Fidel e de Che.
4- Em um país que tem status dentro do esporte, os esportistas são melhores tratados que a população. Não é porque no Brasil tratamos nossos esportistas como mendigos, que países com tradição como Cuba, EUA ou Rússia farão.

Claro, exitem cubanos e cubanos. Do mesmo modo como vai encontrar em Miami uma quantidade impressionante de imigrantes brasileiros ilegais que consideram o nosso país pior que Cuba, e nem por isso fazem esse estardalhaço todo. E que só não fugiram a nado porque a distância era grande, mas fizeram todo o caminho ilegal da felicidade no México.

----------------------------
Desculpa usar o espaço pra isso, Digeo. =p

disse...

e não é que ontem todos foram embora às pressas para que não fugisse mais nenhum?? que horror, hein!

Fernando Teixeira disse...

Não há novidade!

Ou alguem acredita que isso seja mera coincidência? Não ovimos noticias de americanos, mexicanos, argentinos ou uruguaios desertores. Só cubanos, onde a sociedade é sonho de 70% da mulecada vermelha da esquerda brasileira. Não entrarei em meritos do socialismo e capitalismo...talvez em outro post, mas com certeza essa é a maior prova de como é urgente a atenção para as pessoas daquela ilha.

muitos dirão: "Nossa, Cuba foi muito bem nos esportes...pois o governo la apoia esse desenvolvimento." Pois eu digo ao contrario, é opção ser esportista, pois só assim se pode sair daquele país, e é obrigado a voltar. E pior, lá ninguem vai ter o orgulho de voltar com a medalia no peito, desfilar em sua cidade em cima do carro dos bombeiros...pois (como no socialismo) ninguem pode ser melhor que ninguem, tudo é feito para o grupo..portanto eles nao fizeram mais que a obrigação.


A maior medalha que os "traidores" de fidel ganharam foi a sua liberdade, infelizmente milhares ainda terão que esperar muitos panamericanos e olimpíadas para poder fugir para o mundo.

Anônimo disse...

Caro Diego, acho que antes de falar tantas bobagens, você deveria procurar se informar mais verdadeiramente sobre o que acontece não só em Cuba, mas sobretudo no seu país, o Brasil. Cuidado com o que você vê no rádio e na TV, pois nem tudo que se ouve é verdade. Vc acha mais justo o que acontece no Brasil, por exemplo, onde mais de 60 milhões de compatriotas seus estão abaixo da linha da extrema pobreza do que um país onde todos têm pouco, mas TODOS TÊM ALGO?? Reflita sobre isso.

Rick disse...

Cara, foi horrivel o que aconteceu com Cuba, é triste que alguns paises ainda sejam assim, lamentável isso.

Perseu disse...

precisamos de mais pareceres sobre as novas teses
abra�o
www.dialogonataberna.blogspot.com

nicole disse...

[i]Diego... gostei mnt do seu post!
Estava procurando matéria para meu trabalho e achei que seu post me dá uma ótima base de como tirar uma conclusão!
Parabéns! Ficou mnt bom!