quinta-feira, 17 de maio de 2007

O Alto Preço de uma Benção

Dando continuidade a esta série, nada melhor do que falar sobre a vinda do sumo pontífice ao nosso país, mesmo que um tanto tardio. Advirto-os que para não entrar em preceitos religiosos pessoais, discordantes ou não, este artigo será um tanto pequeno.

Sem trazer dados concretos, foram gastos por volta de 2 milhões de reais para que se montasse a estrutura da vinda do Papa ao Brasil. Muito dinheiro? Realmente é.

A bela recepção de nós brasileiros sem dúvida deve ter ressoado no mundo inteiro. Milhões de fiéis povoaram cada metro de passo que Joseph Ratzinger dava. Rezas fervorosas, velas acesas e belos cânticos davam a impressão de uma busca por um milagre em uma terra onde os homens estão condenando a desgraça.

Ratzinger, mesmo mantendo sua postura fria/amavel, aproveitou o momento para questionar assuntos que para o Vaticano são imperdoáveis de serem debatidos. Ora, francamente, em pleno século XXI rejeitar avanços à saúde (células-tronco) ou até mesmo prejudicar o andamento de um sistema (aborto) por causa de preceitos utilizados em épocas bem mais remotas do que a que vivemos atualmente, é constrangedor. Não é de se espantar que a igreja esteja perdendo fiéis. O mais incrível, é que situações bem mais graves e vergonhosas (pedofilia na Igreja), são tratadas com tamanha ingenuidade que chega a dar pena. O atual Papa, pelo que parece, não assumiu ainda o seu verdadeiro papel, ou talvez não saiba qual é. Em mundo onde desastres naturais ameaçam a continuação da espécie, adolescentes assassinam amigos e padres abusam de crianças, não é cabível que nosso caro Ratzinger venha condenar coisas banais, como o uso da camisinha.

Antes de sua partida, o Papa havia feito um pedido ao governo brasileiro: gostaria que fosse obrigatória a inclusão do ensino religioso nas escolas do país. Bom, chega a ser hilário, pois em um país de fortes misturas de raças e crenças como é o Brasil, tornaria-se quase um preconceito à implantação deste projeto nas escolas. Sorte a nossa que Lula enfim acertou em não atender o pedido, o que deixou Joseph bem furioso.

Realmente não precisava se gastar mais de 2 milhões pra um breve vinda como foi a do Bento XVI - que mostrou o quanto a Igreja Católica ainda pode ser comparada a hipocrisia de seus comandantes no passado: isso é referente à quantidade de ouro que o Papa vestia, seus sapatos Padra, seu luxuoso quarto entra outras mordomias que o tão falado Jesus Cristo passou longe de possuir. Mas enfim, foi uma recepção bem vinda, visto que o Brasil é o maior país católico do mundo. Entretanto, contruções de escolas, hospitais entre outros caminhos mais favoráveis para o uso deste dinheiro seriam mais favoráveis, visto a situação que nosso país se encontra. Infelizmente a fé cega, ainda é um recurso muito utilizado no Brasil para se esconder dos verdadeiros problemas. Amém...

17 comentários:

Tati disse...

Eu nção sou religiosa, e estou cansada dessa coisa do papa virar pop!
Seu blog é legal!

Fernanda disse...

Gostei muito do seu texto. Isso mostra o quanto os brasileiros são idólatras... esse dinheiro poderia ser gasto numa ação social...
Jesus realmente não era assim...

Arthurius Maximus disse...

O ensino religioso é ridículo. Qual religião se ensinaria? Cristianismo católico? Pentecostal? Batista?Judaísmo? Islamismo? É como você disse, no Brasil há uma salada cultural, racial e religiosa tão grande que é uma situação única no mundo. Haveriam mais professores de religião do que de outras matérias e o ano letivo teria 600 dias. Mas como pedir é fácil, eles tentam. Aqui no Rj, o famigerado casal "Roubadinho e Roubasinha" implantaram isso. Faltam professores de português, matemática, física, química e outros, mas todos tem sua aulinha de religião. Deve ser para implorar a Deus por uma aprovação no vestibular.

Dorian disse...

Diego,
O custo da visita não deve ser o ponto principal da análise. Com todos os defeitos e falhas que a Igreja possui, é inquestionável que o praticante de alguma religião é uma pessoa mais preparada para o convívio social, pois a tolerância, o amor ao próximo e o próprio desenvolvimento espiritual são pontos comuns na maioria das religiões. Dessa forma, a visita do representante máximo da Igreja Católica ao país traz o benefício de aproximar as pessoas de sua religião e de seus valores, o que de certa forma torna nosso mundo melhor (ou menos pior).
Lembra da visita em turnê que os Roling Stones fizeram ao Brasil ano passado? O custo foi de R$ 10 milhões ou 5 vezes mais. Qual a mensagem que o Rolling Stones passou? Nenhuma positiva, com certeza!

Carol disse...

concordo, concordo e concordo.

pense pelo lado positivo, ele falou português bem bonitinho! =B

obrigada pelo comentário, voltarei mais vezes

bjs

(carolstos.com/blog)

Fernando Teixeira disse...

Estás certo...
è um grande evento, muiiito dinheiro para nada de concreto.

A igreja segue preconceituosa e limitada como era no passado...
Também nao pretendo entrar nas questoes filosóficas e ir de contra a igreja pois este não é o espaço adequado..teria q escrever muito...heheheh

A fé é isso mesmo, tanto católicos quanto evangélicos prometem, e todos ficam na espera que Deus ajude, daí tudo vai ficar bem..

É como diz minha vó, muito religiosa: "Deus nos proteje, mas não pede que a gente se descuide"

K.R@fael disse...

Tooooda vez que tem vem um lider de chefe de estado ou outra coisa, sempre se gasta muito e toda vez pessoas falam mal "DEVERIA GASTAR COM PROJETOS" PORRA!! Quando uma pessoa visita vai na tua casa tu faz de tudo pra ela ir mbora? trata mal? O problema é: O Brasil tem muito dinheiro, pena é que é mal gasto, Esses 2 Milhões é muito dinheiro? É. mas pra que ficar "crusificando" tudo que o governo faz? Cara odeio quem fica batendo numa tecla só, quando nosso presidente viaja a outros países ele tabem da uma belo de um prejuizo aos paises visitados você acha que não? Temos que olhar é para dentro e não para visitantes que só vem trazer um pouco de esperança ao povo brasileiro...

Miniow disse...

Não sou nada religioso e essa historia do papa ter vindo ou não pra cá n faz diferença alguma pra mim. Mas é um bom artigo, parabens!!!

R Lima disse...

Obrigado lá pelo comentário e seja sempre bem vindo...

Realmente concordo com vc... não é necessário pagar tão caro por uma benção... nem que ela seja do Ratzinger.



[ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

L.S. Reis disse...

"...para não entrar em preceitos religiosos pessoais, discordantes ou não, este artigo será um tanto pequeno."
rs...
Eu tenho uma mania terrível de temer o que vou escrever, quem vou ofender, coisa e tal... Mas afinal ser fiél à nossa opinião é importante, e as pessoas tem o direito de discordar dela.

Mas foi uma ótima crítica. Mesmo sendo católica creio concordar com vc em todos os aspectoas abordados. :S
Com tanta coisa mais urgente e mais fatal pra se preocupar é até inacreditável ter q presenciar essa discussão a respeito da camisinha e coisas do gênero!

ps: Bruno Reis citou vc nesse sábado, que legal! ^^

disse...

sei lá, esse Papa é muito radical. Essa história de querer que o ensino religioso vire obrigatório é ridicula! ele vai ao extremo...mas é como vc disse, pelo menos o Lula não aceitou! o que era óbvio tbm...
curti o texto! ;)

Marcelo Soares disse...

Concordo. Isso gasta muita grana, pra pouco efeito.

http://kalanguiano.blogspot.com/

Fábio C. Martins disse...

Como um professor me ensinou uma vez...
"O catolicismo é uma religião de escravos" que, até hoje, ainda prevalece. Pode não ser escravidão física, mas continua em uma escravidão mental.

E me pergunto, do que adiantou a vinda do papa? Tudo continua como está, nada mudou e pelo jeito está longe de mudar.

Agora só um adendo.
Nem que o Lula quisesse daria para aceitar tamanho disparate do papa, pois, para isso, precisaria criar outra constituição.

Abraços

Henrique Fogli disse...

Perguntei a algumas pessoas mas ninguém soube me responder... Quanto ganha um papa?

wellington disse...

eu sou cartolico(eee eu sei q naum vou muito a igreja mas sou cartolico e ponto final.)
e acho essas "fresculra" da igreja e um saco sinceramente
bota estudor religioso nas escola e imoral não sei se o papa saber mas
não tem so cartolico no mundo não

depois passala no meu blog

http://blog-do-rato.zip.net
http://blog-do-rato.zip.net

Diego Moretto disse...

Bom, tirando um, acho que consegui passar a mensagem. Este um que digo, relatou que não se deve ficar batendo na mesma tc.. ok, mas a questão não é essa, e sim a soberania da Igreja Católica e sua indiferença economica aos fieis. Para quem não sabe, quando um presidente visita outro país - excessão Bush-,não gasta-se milhões e mais milhões...são hospedados na casa presidencial e tal. Assim, é um absurdo sim uma figura católica gastar um dinheirama para criticar os modos do governo brasileiro.
Enfim, foi desnecessário. obrigado a todos pelos comentários, voltem sempre!!!abs!

paulo disse...

quem anda com idolatria tem as bençãos transformadas em maldição.leia malaquias 2 ate 2