quinta-feira, 6 de setembro de 2007

O Filme mais brasileiro do século: Tropa de Elite – Crítica

Para muitos o título pode soar mais como uma audácia da minha parte, mas para um filme que foi assaltado pelos figurantes durante as filmagens, teve uma cópia furtada e comercializada ilegalmente antes do lançamento nos cinemas (previsto para 11/2007) e trata de um forte assunto abafado pelas autoridades, a referencia do título chega até a ser pouca.


[SINOPSE] Baseado no livro Elite da Tropa, este filme retrata o dia-a-dia do grupo de policiais e de um capitão do BOPE no ano de 1997 que quer sair da corporação e tentará encontrar um substituto para seu posto. Paralelamente a isso, há a história de dois amigos de infância que se tornam policiais e que se destacam por sua honestidade e honra. Eles ficam indignados com a corrupção no batalhão em que atuam.

Começando com um funk pesadão e seguido da música tema do filme - cantada pelos Tihuanas-, Tropa de Elite já mostra uma trilha sonora com maior afinidade com a história, com um excelente repertório, daqueles que aumentam a tensão durante a cena. Além disso, o som é muito adequado e prima por qualidade.

A direção de José Padilha foi excelente. Bons acertos nas câmeras, nas locações, no elenco. Muito bom mesmo. Padilha também assina a produção, junto ao Marcos Padro, e juntos fazem um excelente trabalho. Com alguns defeitos – apesar de que o diretor garantiu que essa versão não é a oficial-, mas que até passam despercebíveis aos nossos olhos.

O roteiro é um dos pontos altos do filme – se não for "o". Muitos o comparam à Cidade de Deus, mas na verdade, é o oposto do filme. Enquanto o fabuloso filme do Fernando Meirelles faz uma fiel retratação ao mundo do tráfico nas favelas brasileiras, Tropa de Elite mostra justamente o outro lado da história, o dos policiais e do BOPE – Batalhão de Operações Policiais Especiais. Com uma dupla história de drama mascarada pela violência, o roteiro prima em ser redondo e original, mesmo sendo baseado em um livro: Elite da Tropa.

O elenco é excelente e não decepciona em nenhum caso. Lógico, há os que se destacam. Wagner Moura brilha como o Capitão Nascimento, que enfrenta um forte drama no final de sua carreira e tem de ser forte e deixar as emoções de lado. Além disso, Moura também é responsável pela narração do filme, e o faz muito bem. Com esse papel e com sua atuação na presente novela (Paraíso Tropical), Wagner Moura fica no pódio de um dos melhores atores do Brasil. André Ramiro e Caio Junqueira também se dão bem na trama. Como uns dos protagonistas, cumprem com eficácia o papel, com destaque a atuação do Ramiro. Outra revelação é a atriz Fernanda Machado, que assim como na sua atual novela(Paraíso Tropical), se destaca em papel de importância mediana e assim, rouba a cena em suas aparições.

Por todos esses motivos, Tropa de Elite merece sim o título de melhor filme do século. Claro, se Cidade de Deus tivesse sido assaltado e vendido clandestinamente antes de ir pros cinemas, ocuparia este cargo, mas como isso não aconteceu, Tropa de Elite ganha esse espaço. Não é um filme para quem tem estômago fraco, mas é um filme capaz de mudar a opinião de muita gente. Deveria ser obrigatório todos os brasileiros assistirem, principalmente àqueles que nos governam. Tropa de Elite é um cru retrato de uma realidade abafada por todos nós.

NOTA: 10.0

LUTO POR UMA VOZ EM PESSOA, QUE POR ANOS TROUXE EMOÇÃO E AMOR AOS NOSSOS CORAÇÕES: LUCIANO PAVAROTTI . VOLTE A CANTAR COM OS ANJOS.

19 comentários:

Menina Ruiva disse...

Cara, o filme deve ser muito bom... estou morrendo de curiosidade e mal posso esperar para ver.

Gostaria de parabenizá-lo pelo blog, pois não é todo dia que encontramos blogs bem feitos e sem exageros.
Realmente muito bom, sem contar que você escreve muito bem.

Abração

ameninaruiva.blogspot.com

Bernardo Lima disse...

rsrsr
maior coincidencia msm...
se bem, q do jeito q o filme foi falado dveme ter variosposts sobre...
concordo com o q vc disse, mas não fez tantas críticas né?
não entendi mt bem, mas vc quis dizer q discorda das críticas q fiz no meu blog?
mas pq discorda? não fiquei bolado, só quero ver o outro lado da moeda, msm...rsrs
enfim...gostei do teu blog...
tem como a gent trok links?
abraço

Fellipe Matheus disse...

Eu adoro esse tipo de filme. Li em outro blog uma crítica ótima sobre a produção e agora lendo a sua crítica, estou com ainda mais interesse.
Como comentei no outro blog, piores que traficantes, são os bandidos de colarinho branco.

Abraço.

Fellipe Matheus disse...

Como te "encontrei" em outro tópico, aproveito para deixar a reflexão que é bem pertinente, e também o endereço do blog que disse.

Reflexão do Dia: "(...)nem sempre a maldade humana está em quem porta o fuzil, tem gente de terno e gravata matando o Brasil (...)" (Trecho da música "favela" do Exaltasamba)

http://reflexoesdeumlouco.blogspot.com/

Antonoly disse...

Adoro filmes e esse com certeza irei assistir!
Um abraço!
www.cinepress.wordpress.com

Felipe disse...

Caraaaaaaaaaa!

Muito bom esse post... li direitinho, meus amigos compraram o filme mas ainda não vi, estou morto de curiosidade pra ver esse filme, meu amigo falo que ele é muiiiiiito melhor que cidade de Deus, num sei não, mas acho que é bem capaz desse filme concorrer algum oscar, pois todas as pessoas que eu conheço e que assistiram o filme, gostaram e muito!

Aqui na locadora perto de casa tem o filme, segunda sem falta eu vou alugar, só não alugo amanhã pq não vou ter tempo pra poder assistir.!

Muito bom Blog, muito bom post, parabéns cara.

OBS: Sou o Feeh lá da comunidade do Blogger no Orkut.
http://www.informaticablogs.blogspot.com/

Grande abraço!

vera maya disse...

Vi um comentário sobre seu blog no Champ e vim conferir

E encontro um post sobre um filme que vi tem dois dias e que me impressionou muito. O filme é maravilhoso, dá orgulho do cinema nacional e o assunto é tratado com todo respeito e seriedade que merece.

Parabéns pelo post, pelo blog que voltarei a visitar outras vezes.

Beijos

Ops: Dá pra baixar o filme pela in ternet, pra quem tem paciencia e teimosia de mula.

young vapire luke lestat news disse...

Quanto mais leio sobre este filme mais curioso fico.
Espero poder ver este filme .

Como sempre o blog esta perfeito.





[]s L.Sakssida

Bernardo Lima disse...

td bem...
não fiquei bolado com vc como havia dito ants...
msm q fossem criticas ia interpretá-las como construtivas...
rrss
sobre a troca de links, não está afim?
abraço

Luisa disse...

trilha do tihuna...
jah eh ^^

Gui disse...

teste

Gui disse...

aeww, teu blog eh bem interssante
você escreve muito bem, e quer ser jornalista também que nem eu :D
Vou fazer final do ano vestibular e vc?;)

Elza disse...

Ainda não vi, mas já me falaram que antes mesmo d estrear, já tinha para vender em toda esquina, eu não encontrei, se não tinha comprado.
rsrs

bom feriado

=]

... Raphael disse...

Simplesmente Cinema Recomenda esse filme ! e muito boa a sua critica !!
parabéns
abraço

Jeff McFly disse...

Caralho, Dieguito!

Quase q a gente fala da mesma coisa ao mesmo tempo!

Tropa de elite é o elhor filme brasileiro de todos os tempos. Num tem pra onde correr.

Minha resenha do filme 9perdo da sua, um lixo0 tá lá no Arroto. Passa lá, mano!

Carol disse...

Adorei o filme!!!!

Achei bastante real, o Wagner Moura deu um show!

beijos

O ANTAGONISTA disse...

Tô com muita vontade de ver o filme, parece que realmente é bem legal. Agora essa de cair na pirataria antes mesmo do lançamento foi fogo... infelizmente, não é um caso isolado. Apocalyptco, por exemplo, eu vi pra vender na rua a cópia pirata dois dias antes de estrear nos cinemas aqui no brasil. Detalhe, era cópia DVD, com legenda, menu... tudo direitinho. A galera da pirataria já tá exagerando... mas, enfim, o negócio é relaxar e gozar.

Valeu.

Danilo Moreira disse...

Interessante.
A gente sabe que filme nenhum vai mudar a cabeça dos governantes desse país, mas pelo menos mostra aquilo que vai se voltar contra eles enquanto permanecerem com essa cabeça dura.
Otima crítica. Dá vontade mesmo de assistir esse filme, e eu estou precisando mesmo ir no cinema, faz mo tempo que eu não vou.

Abraço!!!

-----------------------------------
http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.

Novo texto: Vinte e Dois
-----------------------------------

Dragus disse...

Vi esse filme e considero ele o melhor já produzido.

Principalmente porque é o primeiro do gênero "policia-do-bem" que existe, onde apesar da sujeira na polícia se dá ênfase ao policial honesto e não na bandidagem, colocando bandidos como heróis ou vítimas.