domingo, 1 de abril de 2007

O vôo de um pesadelo, e nada mais.

Caótica. Essa é a melhor adjetivação para a situação atual nos aeroportos brasileiros. O ocorrido neste último final de semana, foi um afoito ao limite de tolerância do povo.

Apenas para se ter uma idéia do pandemônio que foi estes dias (do final de quinta até a manhã de sábado...), a Infraero divulgou os seguintes dados: foram 108 vôos cancelados; 286 de 1118 com atrasados de mais de duas horas, deixando por volta de 18 mil pessoas nos aeroportos de todo o país.

Cenas como discussões entre passageiros e vendedores, desmaios, choradeiras e até morte por parada cardíaca, fizeram parte destes momentos. O ambiente dos aeroportos se transformou em moradias provisórias, com pessoas dormindo no chão, com fome e sede, passando por um transtorno inimaginável em suas vidas, esperando respostas positivas como se fossem os réus deste ardiloso julgamento.

O motivo da pane sob terra se deu pelo fato dos profissionais de vôo - englobando todo o sistema, desde o vendedor de bilhetes até o diretor de operações, com um destaque maior aos controladores de vôo -, montarem uma greve justa, em busca de um aumento salarial. Mas se pensarmos bem e remetermos nossas lembranças há um passado extremamente recente, lembraremos que estas crises no sistema aéreo acontecem desde o lamentável acidente do avião da GOL. Então temos uma demonstração de algo que acontece em vários “setores problemas” do Brasil, ou seja, precisa acontecer algo extremamente grandioso para se começar a apontar falhas, o que é infelizmente um grave problema neste país.

As soluções são muitas, o que falta é um estudo sucinto em cima disso. O sistema que envolve os vôos no país, além de fraco, é obsoleto demais. Países como a Argentina e Coréia de Sul possuem aeroportos muito mais equipados do que os do Brasil. Em Congonhas – o aeroporto mais movimentado do Brasil-, os controladores de vôo não falam inglês, mesmo tendo neste aeroporto, a maior safra de aviões com destino e vindos de outros países. É uma situação deprimente e que ficou escondida por um bom tempo.

Mesmo a situação ter chegado a um extremo nesta semana, o presidente Lula viajou aos EUA no helicóptero presidencial americano, em que iria se encontrar com George W. Bush na residência de campo do presidente americano, localizada em Camp David. Segundo o presidente brasileiro, será para finalizar o acordo de Etanol. Ao saber da notícia do caos aéreo, Lula manifestou sua indignação vetando a ordem de prisão dos grevistas – que iriam ser indiciados por motim na empresa-, e anunciando que na próxima terça haverá uma reunião definitiva para se resolver tal situação. É aguardar para ver...

Dentre as possíveis soluções, está a de “desmilitarização” do espaço aéreo, que também foi um dos motivos para a greve dos controladores. Segundo a discussão, o controle do tráfego aéreo poderia ser exercido por civis graduados e a Aeronáutica ficaria apenas com a defesa do espaço aéreo.

Felizmente, a atual situação dos aeroportos tende a melhorar, e não é piada de 1º de abril.

Em seu blog, o também prejudicado astronauta brasileiro Marcos Pontes toca em um assunto interessante, o caos ter acontecido no Brasil: “Como reagir? Acima de tudo, é preciso ter bom-humor. O espírito do brasileiro, felizmente, é esse, senão teríamos problemas muito maiores nos aeroportos.”, e é a mais pura verdade. Infelizmente (ou não) o povo brasileiro segue a risca a imagem de simpáticos do mundo, inclusive diante tal mazela.

O problema envolve um conjunto de fatores. Enquanto houver descaso do Governo, ganância das companhias, falta de estrutura e compromisso nos aeroportos, a situação tende a piorar (mesmo parecendo impossível), podendo criar uma problemática de âmbito internacional. O artigo fecha com uma dúvida de uma turista Argentina afetada pela crise que, com outras palavras, perguntou ao jornalista do Fantástico, onde está a Ordem e o Progresso escritos grandiosamente em nossa bandeira verde e amarelo??? A dúvida paira no ar...

20 comentários:

Tarzan ® disse...

Esse lance nos aeroportos já virou palhaçada faz tempo.
O estranho é que o país para e nenhuma autoridade resolve o problema e coloca a culpa sempre no outro.
Como se ninguém tivesse nada com isso.

Não da pra entender como pode uma crise que envolve tanto dinheiro, envolve a defesa nacional e a vida humana pode ficar tanto tempo sem solução alguma.
E o Brasileiro mais uma vez fica só reclamando e não faz nada pra cobrar de forma firme das autoridades um fim nesta baderna.

Tarzan ®
www.blogesponja.net

RFL disse...

hahahahahaha!!!
To rindo pq o melhor jeito é rir mesmo!

Crises acontecem em qualquer país e em qualquer parte do mundo, mas o que mais me preocupa é a crise explodir após um grande acidente. Apenas após a morte de mais de 150 pessoas, é que as autoridades vão perceber que o sistema é obsoleto, que os operadores ganham pouco e são mal qualificados, parece até brincadeira!

TEM COISAS! QUE VC SÓ VÊ NO BRASIL!

Parabéns pelo Blog, ótimo texto.

Abraços

Fells disse...

Discordado do moço ai em cima, crise nos aeroportos jah rolou em outros países...
na pior das hipoteses ainda se pode andar de trem, é mto mais gostoso

Elzinha disse...

ORDEM E PROGRESSO, não existe nada disso no brasil!!

A.J. MARTIN disse...

No Brasil falta quase tudo, mas verginha na cara não podemos reclamar, porque isso nunca teve!

wellington disse...

ta uma palhaçada essa bacunsa nos aerorporto no brasil

Fernando Teixeira disse...

BOm, antes de mais nada eu sou obrigado a discordar do nosso astronauta.

É justamente por levar tudo no bom humor que o brasileiro é usado pelos politicos. A cada dia Lula fala em resolver o problema, mas mais uma vez nem ele nem os escolhidos deles conseguem resolver estas questões. Bom humor é tudo q o brasileiro nao deve ter neste momento. O cara fica parado na fila para embarcar por até 12 horas e deve ficar sorrindo?/????

Obvio que nao. A CPI do apagão aéreo sera mais uma pizza, ja que a maioria dos auditores e o presidente da comissão serão do governo. Apesar disso certamente brotarão alguns podres como no caso do mensalão. Mas isso nao vai mudar nada, só saciar a minha curiosidade. Poruqe a população brasileira nao da bola para isso. Para provar isso basta ver a reeleição do presidente Lula.

Eu me importo, nao votei no Lula, e voce, se importa?

Vanessa Lee disse...

Dá um medo de marcar viagem aerea!

Museu Anos Oitenta disse...

Enquanto isso... o Aerolula não pára de decolar.

Evandro disse...

Aff... isso já até virou uma novela!

Acho que isso vai ser a nova novela do jornal, sempre problemas com isso! aff... quando será que o governo vai começar a tirar a bunda do lugar né?

como disse um colega ai em cima! o jeito é rir pra não chorar!

Parabéns pelo Post!
T+

Mariana disse...

Palhaçada tudo isso... Ao ponto de a gente não duvidar de mais nada... Bjos

Dalbert disse...

é, esse é nosso pais, e quem pode mudar isso é so nos mesmos...

Descharth disse...

É meu caro, em pensar que o Médiun de cartório Juscelino da luz previu pra o próximo semestre a queda de um avião saído de Fortaleza que terá cerca de 200 vítimas..
Se dessa vez o sonhador de catástrofes acertar...

Omar disse...

Bela reflexão, Diego. Mas uma parte dela, me chamou a atenção: vc fala da greve dos CTAs, considerando-a justa, porém, um detalhe deve ser ressaltado. A maioria dos CTAs são militares, e os militares não podem fazer greve. Isso é considerado um ato de indisciplina o q fere todas as normas q regulamentam as Forças Armadas de qquer país.
Como sindicalista, é difícil p/ mim ser contra greve, mas no caso dos militares existem regras q vedam, expressamente, q militares levem a efeito movimentos como este, então, penso eu q a greve, na realidade, é injusta.
Nesse caos q se instalou nos aeroportos brasileiros, outro ponto me chamou a atenção, e se refere ao total despreparo do comandante Supremo das Forças Armadas. Como vc bem lembrou, Diego, o presidente Lula vetou a prisão dos CTAs q estavam amotinados, no entanto, isso não é atribuição dele, a Constituição diz q cabe ao Judiciário determinar prisões ou solturas, e ao Ministério Público denunciar aqueles sobre os quais pesam alguma suspeita de terem cometidos crimes. Greve por parte de militares é crime! Não cabe ao Chefe do Executivo, dizer quem será preso, ou denunciado.
Enfim, Diego, creio q se a crise for resolvida, não vai ser graças aos nossos comandantes.

Raphael Pacheco disse...

Tive muita sorte, viajei um dia antes desta palhaçada! heheheh
Mas confesso que estou preocupado com a volta, que está marcada para o dia 9...Será que até lá tudo se resolveu de verdade??? (rs)
Abraço
Passa lá no Ponto de Vista!
Postei uma crônica lá agora!!!

Tiagho Diniz. disse...

Diego, obrigado mas veja tbm o video q acabei de postar no meu blog, tbm irá te interessar.

V disse...

bah e que cena foi auerla do cara agredindo a funcionária.

é uma barbaridade, mas o povo não entende que quem atende ali no balcão não tem culpa.

Amanda disse...

Eai...td bem? Parabéns pelo blog. Realmente, essa situação tem que ser resolvida rapidamente. Muitas pessoas estão sendo prejudicadas. Concordo que quem trabalha no balcão não tem culpa. Por isso, é preciso ter paciência e saber se controlar. Espero que todos tenham respeito com trabalhadores aeroportuários.

Amanda Gasparetto
www.musicstyle.zip.net

Arthurius Maximus disse...

Simples bandalheira. Tá na hora do governo cair de pau. Ah! Esqueci, cadê o governo!

André Burgos disse...

Boa!

Cada vez com um layout melhor!

estamos de volta!
http://www.chaverde.wordpress.com