quinta-feira, 11 de outubro de 2007

In Rainbows by Radiohead (2007)

Renovação. Precisamos disso em cada momento de nossa vida e em cada parte que nos envolve. Muitos condenam uma boa renovação. Falando na música, em plena era da luta de gravadoras contra downloads ilegais, bandas que se renovam a cada novo trabalho, como o silverchair, criam uma constante mostra de talento e abre um maior espaço com seus fans, o que é essencial nesta era da internet. Reflexões a parte, os fabulosos Radiohead, lançam – de forma inovadora-, o sétimo álbum da carreira da banda, e sobe direto para o pódio de seus trabalhos.

In Rainbows foi colocado a venda em um site pela banda, e o preço quem escolhia era o próprio fã comprador. Isso mesmo! O preço varia de 0 à 100 libras nessa nova empreitada da banda, que não possui gravadora desde seu último trabalho, há 4 anos. O bloggueiro que vos fala – como grande fã do Radiohead-, comprou o álbum por 6 libras, o que gira em torno de uns R$22. Apesar do preço que me propus a pagar, não me arrependo, o álbum vale mais.

A banda não revolucionou apenas se tratando da venda de álbuns on line. Ela se próprio renovou. In Rainbows é moderno e absolutamente bom, sem perder as características essenciais que fizeram o Radiohead uma das principais bandas da década passada.

O álbum abre com a contagiante – e pior do álbum-, “15 Steps”, música bem dançante e diferente, mas perdida dentro do repertório. Mas logo chega "Bodysnatchers", para continuar a pancadaria deliciosa, sendo uma das melhores do cd. "Nude" chega e somos obrigados a colocar no repeat, de tão suavemente boa e triste que ela é. Em seguida, temos uma amostra do que as vezes o Coldplay tenta ser: "Weird Fishes/Arpeggi" é um ótimo Britpop com uma levada setentista que nos faz vibrar. Cansados de vibrações alegres? "All I need" é um bom descarrego de emoções. Melancólico ao extremo, lembrando a triste "Fake Plastic Trees" – sucesso estrondoso do grupo inglês. Continuando com a tristeza, Thom Yorke nos presenteia com a belíssima "Faust Arp", música cheia de cordas e com um vocal bem sossegado, cheios daqueles famosos sussurros do Thom. A instrumentação diferente se faz devidamente bem em "Reckoner", com guitarras ondulantes, bateria rápida e um vocal suave demais, contrastando voz e instrumentação. Por vezes enjoativa, "House of Cards" é aquela música que você não vê a hora de acabar para ir para a próxima faixa, mas não consegue passar para frente de uma vez, pois ela tem uma qualidade intrínseca. Quase no fim do disco, a ótima e forte "Jigsaw Falling into Place" chega para tentar ficar no pódio do disco, de tão boa que é. Outra que deve ficar muito no repeat. E por fim, a já bem conhecida dos fans, “Videotape” fecha o álbum tristemente bem. Com uma voz calma, chorosa e doce, um piano leve e uma bateria estranha, torna-se uma das mais adoradas do álbum, e o faz por merecer.

In Rainbows se tornou um dos melhores álbuns de 2007. Ainda não chega a ser tão brilhante como o Ok Computer ou o The Bends, mas é melhor do que os outros quatro lançados. Thom Yorke mais uma vez mostra que é um dos principais músicos dessa geração, assim como foi na passada. E junto ao Radiohead, continua brilhando neste infinito musical.

.5 estrelas de 5.

As 5 melhores faixas do álbum:

  1. Nude
  2. Jigsaw Falling into Place
  3. Weird Fishes/Arpeggi
  4. Videotape
  5. Bodysnatchers
.DOWNLOAD.

17 comentários:

young vapire luke lestat news disse...

Não sei se temos gosto parecidosm mas comcordo co tudo que vc diz no seu poste hoje,,,,,,

[]s L.Sakssida

Bad Brain Machine disse...

ola, tudo bem?atualizei a continuação do conto: "lamine seu respirar ao leite".
abraço e bom feriado!

young vapire luke lestat news disse...

Já dei meu comentário....
Radiohead´é uma banda especial p/ mim.
quem gosta de rock sabe disso..
[]s

Ricardo Moreira disse...

Ainda não consegui baixar o álbum, mas esse foi o primeiro bom comentário a respeito das musicas, até então as pessoas estão mais preocupadas em falar no formato e em comparar com o Ok Computer o que é impossivel creio eu...

DuDu disse...

Radiohead é perfeito.O

curto muito o som deles....

xD~~

Arne Balbinotti disse...

Indication for you...
Please, acess BUTIQUE DA SEVERINA...
NOWWWWWWWWWW!!!

O ANTAGONISTA disse...

Radiohead é sensacional, marcou época e, espero, continue mesmo tão bom quanto nos velhos tempos. Vou conferir o novo trabalho da banda e desde já agradeço pela dica.

Valeu.

Antonoly disse...

Gosto dessa banda, bom post o de hoje!
Um abraço!

www.ooohay.wordpress.com

MaxReinert disse...

Opa!!!! Baixando!!!!
Vamo ver se temos o mesmo gosto musical!!!!
Obrigadíssimo !!!

Fazia um tempinho que não aparecia por aqui!!!... vou colocar a leitura em dia!
Valew

100 Grau disse...

Post bacana!

Stylus disse...

Muito show! Jigsaw Falling into Place owna geral!

Tati disse...

Enfim uma banda vivendo em seu tempo... RADIOHEAD vale muito. Tanto, que eles tiveram coragem de inovar!

O ANTAGONISTA disse...

Cara, tomei a liberdade de te indicar para o selo "Vale a pena conferir"... dá uma passadinha lá no meu blog depois.

Valeu.

Dorian disse...

Tem um convite para seu blog participar de um desafio (na realidade uma brincadeira) em meu blog. Dê uma olhada.
Abs.

Diego Moretto disse...

Bom, com este fabuloso álbum do Radiohead lançado, o topo dos melhores do ano (que farei em dezembro), a luta pelo pódio está cada vez mais acirrada. Estou totalmente perdido. Arcade Fire, Arctic Monkeys, Amy Winehouse, Silverchair, Linkin Park......e agora o Radiohead. Ano ótimo pra música.
Bom, muito obrigado a todos pelos comentários e pelas indicações. Grande abraço e voltem sempre!!!

Vinicius disse...

Estava pesquisando no Google alguns arqtigos, textos, posts sobre In Rainbows pois quero fazer minha monografia sobre esta nova forma de comercialização de música, e ai cai no teu blog!

Concordo com o que tu diz sobre Radiohead: com certeza uma das melhores bandas que eu conheço. Mas só tenho que deixar registrado minha discordância quanto a 15 steps: achei ela mto show! =) Mas gostos são gostos, o importante é que o álbum todo é show!

Abraços

Diego Moretto disse...

Realmente o Radiohead é uma das melhores bandas que existem, e In Rainbows é mesmo genial. Se tratando de 15 Step, ela é uma boa música, mas está em total desacordo com o álbum... parece b-side. Bom, vlw Vinicius, boa sorte com a monografia. abraço!