segunda-feira, 21 de julho de 2008

Infelicidade pelo divino.


Por parte das civilizações, analisando de uma forma ampla e geral, o respeito com as religiões sempre foi mútuo – é lógico se tratando a partir do século XX. A opção de cada um em seguir um preceito religioso sempre foi de livre arbítrio e sem contestação alguma, pois o que move mesmo uma fé é o respeito e a generosidade com o próximo. Atualmente é visível que a religião serve como ponto de escape aos problemas sociais que nos rodeiam. Não exclusivamente, lógico, mas a fé faz com que milhões e milhões se movimentem em busca de uma paz espiritual e de palavras que confortem uma vida atormentada. Assim, a religião se torna um propulsor de bondade nesse mundo, o que torna o convívio bem mais fácil.

Mas as chamadas religiões abrâmicas (cristianismo, islamismo e judaísmo), e que possuem maioria no mundo, possuem dogmas que visto a época em que estamos, é total descabível, já que fogem do padrão “seja um ser humano feliz”. Falo do preconceito contra os homossexuais, que são recriminados pelas religiões. A condenação é total e em alguns casos, há ainda o risco de sessões de terapia com lavagem cerebral e cura, como se homossexualismo fosse doença.

É lógico que há particularidades em todas as religiões, mas é de total afronta que não reconheçam que a prática homossexual já vem antes de Cristo, e que isso é uma prova irrefutável. Ao meu ver, é um sentimento que vem da pessoa e não uma opção casual de uma vida parada. Aliás, as explicações para quem é gay ou lésbica há de monte... uma mais estapafúrdia que a outra. Quando que vão cair em si que isso não é doença? Que na verdade, é praticada há milhares e milhares de anos? Que há religiões que idolatram o homossexualismo por seus deuses possuírem visíveis tendências homossexuais? E que nessas relações, há sim o sentimento mais belo e verdadeiro desse mundo, que é o amor. Será isso de total insignificância?

Reprimir é tão banal e nem de longe funciona. Chega a ser o cúmulo do ridículo a Igreja Católica condenar a prática entre duas pessoas do mesmo sexo, sendo que a lista de padres gays e pedófilos é tão extensa quanto a falta de senso comum dessa comunidade. Na Bíblia e no AlCorão dizem claramente que a pratica homossexual é pecaminosa e errada, o que não é mesmo. Assim como há homens e mulheres héteros e que nem por isso são comportados sexualmente, há também gays. Isso não é de escolha de carne, e sim do que vem do coração. Pode parecer piegas, mas o que nos move com audácia e coragem é o amor. E isso há de mais em qualquer tipo de relação sincera. Por isso atualmente, é visível que muitas religiões estão perdendo fiéis pelo fato de não possuírem uma abertura humana para novos (já velhos) conceitos de paixão.

Assim, não deixa a Bíblia contraditória, já que nela é descrito como regra divina de humanidade, em que todos são iguais à todos e, por outro lado, há a condenação e o choro com frases do tipo “Quando um homem se deita com um homem como se deita com mulher, o que ambos fizeram é uma abominação; serão mortos, o sangue deles recai sobre eles”.

Esses dogmas são ultrapassados e as vezes somos obrigados a rir de tamanhas loucuras que a Igreja Católica insiste em falar. Falo da Igreja Católica que é a que mais tenho contato. Condenações e sugestões vem de toda parte, mas ninguém chega até a pessoa e pergunta se anda tudo bem, apresentando soluções para que eles chamam de “errado”. Ninguém faz isso, apenas condenam, pois é mais fácil.

E assim continuamos a aceitar e conviver com esse preconceito burro, ao invés de enfrentarmos tudo de frente. Mas enfim, penso que o amor, não importa o modo praticado, é para ser vivido e de forma bela. O que importa na religião é o que está dentro do coração e da mente. O que te levará há algum lugar melhor não é se privar de amar não, são atitudes do dia-a-dia. Penso que ainda há uma ponte enorme e fervente para os homossexuais atravessarem e serem feliz sem preconceito, no entanto, o botão do disconfiômetro crente já deveria ter sido ligado há muito tempo.

Dica do Post:

Aproveitando o tema "homossexualismo" do post, indico-lhes um livro maravilhoso e 3 filmes diferentes mas que tratam do mesmo assunto de forma fabulosa:

Livro: O Terceiro Travesseiro - Nelson Luiz de Carvalho. (Nota: 8.0)

Filmes:
"Bubble" por Eytan Fox (9.0).
"Má educação" por Pedro Almodóvar (9.6).
"Shortbus" por John Cameron Mitchell (8.5).

18 comentários:

éden-san disse...

religião e sexualidade... tema difícil. corajoso vc! e, particularmente, acho a bíblia bem contraditória. o q é natural, já q foi escrita por diversos homens em diversas épocas da história.

e esse seu texto veio a calhar com um q escrevi nesse fim de semana, mas com outro enfoque e meio agressivo (tava meio indignado, sabe?)

ps.: cuidado ao usar o termo 'homossexualismo'... tem quem não goste! ;)

O ANTAGONISTA disse...

Esse é um tema bastante delicado.

Por um lado, concordo com você com relação ao preconceito ser algo absurdo, que ninguém escolhe ser homossexual, que todos são amados por Deus, independentemente das suas práticas.

Por outro lado, religiões como Judaísmo, Cristianismo e Islamismos estão muito centradas em cima de livros e escritos tidos por eles como "Sagrados". E, se nesse livro diz uma coisa tão claramente como o trecho da bíblia que você mesmo reproduziu, torna-se difícil esperar moderação e bom senso de quem pratica eses ensinamentos com fervor e radicalidade, na esperança de estar fazendo a coisa certa.

Enfim, concordo com você que o caminho certo é o amor e isso é o que resolve. Qualquer coisa que vá contra o amor, na minha opinião, estará indo contra Deus.

Valeu.

Larissa Bohnenberger disse...

Com certeza o amor existe para ser vivido em todas as suas formas, e de todas as maneiras. Quem não pensa assim é egocêntrico demais, ao achar que tem o direito de escolher quem quiser para viver ao seu lado, mas não permitir este mesmo direito aos outros... mas enfim, o ser humano é egocêntrico. Infelizmente. é isso que nos atrasa tanto, apesar de sermos científicamente os mais evoluídos do reito animal.

Agora, quanto à religião, acho que a católica, hoje em dia, não se pode nem dizer que tenha 'fiéis'. Apesar de ser a mais 'seguida', não é realmente seguida! Quer dizer, os que se dizem católicos, que vão a missas, usam escapulários e tem imagens de Jesus em casa, usam apenas o catolicismo como fé por adoção. Como vc mesmo disse, a fé conforta, e nestes tempos de hoje, quem não acredita em alguma coisa se mata! Mas a questão é que não vemos católicos que seguem piamente a religião a que pertencem. Quantos casais católicos vc acha que só fazem sexo para procriar???
Agora, se vc for conversar com um adventista, testemunha de Jeová, ou estas principais facções da igreja evangélica, vc vai ver que, se não forem todos, pelo menos a maioria deles vivem suas vidas de acordo com sua fé. A religião é que determina as regras de suas vidas. E a Igreja Católica já está tão desmoralizada, que não inspira a mesma 'paixão'!

Isa disse...

Dois temas que sozinhos são extremamente polêmicos, juntos então... lol
Amo ler o seu blog e curto muito a forma como você encara temas tão polêmicos.
Bjo Diegooo
Saudadee!

Danilo Moreira disse...

Vc mexeu com um tema polemico.

Como ja disse uma vez, religiao é para RELIGAR ao ser supremo. Há religoes que, nao sei, parecem ficar mais atentas ao COMPORTAMENTO de seus fieis do que ao que realmente importa: as pessoas apenas querem paz de espirito e contato com o seu Deus, nao olhar o umbigo de outro e julga-lo de acordo com conceitos que existem há milenios e que ás vezes se contradizem.

Gosto da religiao Catolica pq me faz bem, mas sou sincero, acho alguns de seus conceitos ultrapassados, e creio que até padres achem isso, mas, é dificil querer falar alguma coisa para quem segue um livro há mais de dois mil anos.

Parabéns pela coragem em tocar nesse assunto. Eu confesso que nao teria, mais por medo de falar alguma besteira, do que pelas opinioes e criticas.

Por isso que eu me orgulho de ter te indicado para um selo. Passa no meu blog e pega lá...rs

Abçs!!!

Já teve a sensação de faltar em você alguma coisa que ficara lá atrás?

Então, confira:

----------------------------------
O Que Ficou Pelo Caminho

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Flavia Melissa disse...

oie!
voltei à ativa e te espero no meu blog.
e sobre seu post... só tenho uma coisa a dizer: clap clap clap clap clap!

e sugestão de filme óótemo: o segredo de broke back mountain.

já viu?

beijos :)

Ju disse...

concordo com suas palavras.. o amor deve ser vivido de forma plena não importa com quem, se vc ama se entregue.
o maior problema realmente é o enorme preconceito existente, que falta muito ainda para ser superado pela sociedade em geral.
ótimo texto... abordou uma boa questão de discurssão.
Beijo!

Fabio disse...

Fala Diego! Faz tempo que não apareço por aqui. Olha, eu detesto escrever e falar sobre religião, pois como o tema está longe de ser uma unanimidade, prefiro limitar as minhas conversas sobre isso com religiosos que não apenas têm a vivência do dogma, como são as pessoas certas para oferecerem as defesas mais coerentes sobre algumas distorções.

No caso do homossexaulismo, acho até que existem setores mais conservadores e fundamentalistas que pregam a sua extinção da sociedade. Há os muros invisíveis que enclausuram os gays em guetos. Mas acho que a religião jamais vai interferir a ponto de mobilizar uma sociedade inteira a repudiar "o amor que não ousa dizer seu nome". Até mesmo nos chamados estados teocráticos, há resistência contra o status quo das sagradas escrituras, sejam elas quais forem. Portanto, responsabilizar unicamente a religião por desvios sociais, é uma análise simplista demais a meu ver.
Forte Abraço

Fabio disse...

Só para registrar. Sou recém-convertido a Igreja Católica, discordo de alguns de seus posicionamentos, tenho amigos gays e nem por isso quero queimá-los em praça pública. :)

Danilo Moreira disse...

Blz cara?

Agora, convido você a discutir sobre esse assunto:

----------------------------------
Ô Aperto!!!

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Lila disse...

Temas muito polêmicos, realmente... Parabenizo vc pela coragem em mostrar o que pensa, é o que falta a muitas pessoas.

Adorei seu blog!

Inté!

Cantinho de vida - Mensagens poemas

Arne Balbinotti disse...

Para de polemizar seu abestado, perdendo tempo com tal assunto...
Se eles querem viver na imundice, que vivam, vão todos queimar no inferno mesmo...
Uhuuuuuuuuuuuuuuuuu...
ahuahauhauahau...
Adorei, fazia tempo que não polemizava nada, ai, adoooooooooooro...
Beijos para o melhor jornalista que conheço...
E para os abestados que não entenderam a piada, não se estressem eu só dei uma de heterozinho... ahuahuahuah...

Flavia Melissa disse...

Estava lendo a Super Interessante, esta última, e tem uma matéria bem bacana sobre como a aceitação da homossexualidade está sendo um dos fatores responsáveis pela segregação da Igreja Anglicana (3a maior Igreja Católica do mundo!)... Vc viu?

Tem gente que pensa, pelo visto!
Beijos e atualiza esse treco logo, vai!

fábio C. Martins disse...

E aí, Diego, beleza, meu velho!?
Faz tempo que não dou uma passada por essas bandas, mas agora parece que retornarei. Mas como já é de praxe, não garanto. ;)

O texto, como de costume, está muito bem escrito e aborda temas muito contemporâneos, porém, infelizmente, ainda temos que conviver com pré-conceitos bestas e arcaicos.

Acredito no Amor, pouco importa na forma que for. Se fizer bem para a pessoa, então está de bom tamanho! Acho que é isso que importa, e não o que é certo e errado. Aliás, o que é o certo e o errado?

Abraços e bom final de semana! ;)

fábio C. Martins disse...

Diego, depois dá uma olhada lá no Blog, tem uns selos pra você!

Parabéns e uma boa semana!
Abraços

Danilo Moreira disse...

Sumiu cara?

Veja se vc já se acostumou com esse barulho que já faz parte da nossa vida.

Que barulho?

Então, confira:

----------------------------------
Delírio - Um Barulho...

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Renan e Rosa disse...

Nossa, temas complicados esses que vc colocou.. Parabens!
Adoro livros, vou seguir sua dica vou ler esse livro!

Passa la http://rosarenan.blogspot.com/

Diego Moretto disse...

Uow! Rendeu este tema ein galera! Q ótimo, pq é um assunto que me incomoda e que me afetou recentemente, ams nem falo disso. Mas tbm confio no amor entre duas pessoas, não importa o sexo. Acredito que a pessoa nasça com atração pela pessoa do mesmo sexo e por isso condeno qualquer preconceito, ainda mais vindo de entidades que tem como primazia o amor. É absurdo!

Muito obrigado pelos comentários e voltem sempre galera. Adorei várias pessoas que nunca antes tinham vindo aqui, que isso sempre se repita, hehehe.
Abraços!