quarta-feira, 25 de junho de 2008

O avanço que atrasa.

Há um mês, jornais e revistas – além é claro da TV -, noticia a novela do casal de sargentos gays que estão sendo punidos devido algumas causas ao qual, segundo o exército brasileiro, entram em desacordo com as ordens do sistema das Forças Armadas do Brasil. Se não me engano, há uma acusação grave de deserção, o que culminaria em prisão, como previsto em lei e tudo o mais. Entretanto, pelo o que parece, o exercito esta aumentando a penalidade pelo simples fato do casal de sargentos terem assumido a sua homossexualidade em público, com entrevistas e tudo o mais.

Acredito que não. Já acompanho este caso há um certo tempo, e está parecidíssimo com uma novela, em que as vítimas são o dois sargentos e o bandido é o exercito brasileiro.

Sinceramente, pelo o que me consta, assumir o caso de ambos parece um ponto de escape pela punição que já estava por vir antes de todo o acontecido. E como a imprensa é total maleável, usa-la para colocar bandidos e mocinhos em uma história real é um negócio em tanto.

As pessoas, antes de julgar, devem ter noção de que antes de tudo, eles são sargentos, pessoas que sabem quais são as regras de um quartel e quais são as punições por quebra-las. Se realmente o júri estiver pegando pesado devido ao perconceito, é lógico que deve ser apurado com rigor e punido, porque isso seria vergonhoso. Agora usar da imprensa, da ilusão da população e de comunidades GLSs do Brasil para promover e tentar se livrar de um culpa que possui castigo, acho total vergonhoso.

Aplaudo ambos por terem se assumidos. Os brasileiros já passaram da hora de encarar os homossexuais com normalidade. Apesar de não ser o que desejo discutir aqui, me recuso a discutir sobre qualquer forma de preconceito, ainda mais se tratando de homossexuais, que acho de pura ignorância alguem não os aceitar.

Finalizando, para mim é mais um foco da mídia, já que o caso da menina Isabella Nardoni já estava saturado. As falas se repetem a cada reportagem. Choros. Reclamações. Esperemos enquanto assistimos do camarote de nossas poltronas. Pipoca?


Dica do Post:

Como não andam lançando nada de fabuloso para que eu recomende à vocês, indico o filme da imagem deste post, chama Delicada Relação, que trata da história de dois soldados homossexuais que tem de conviver com a mentira, com as mortes e com a dor de amar sem ser abertamente no meio de uma guerra triste. Ouvi muitos dizerem o contrário, mas achei o filme de uma realidade surpreendente e uma história que emociona muito. O filme é israelense, então vocês já podem imaginar que alvoroço causou no lançamento e divulgação. Colocando nota > 9.0
Também indico-lhes um dos álbuns que com certeza estará entre meus 10+ do final no ano: Attack & Release, dos Black Keys. Utilizando de uma mistura entre o folk e o blues com apenas uma guitarra, uma voz e uma bateria, tornando-se um delicioso rock alternativo, a dupla investe na força das letras e nos presenteia com um álbum fenomenal. Aproveitem e meu destaque vai para a última faixa.> .5estrelasde5.

15 comentários:

éden-san disse...

concordo contigo, diego. o pior é q nem todos têm essa visão. mas essa manipulação da mídia já quase não me impressiona mais...

frente a isso, fico pensando na aprovação do projeto de criminalização da homofobia (q apóio, inclusive) e a quantidade de homossexuais sem caráter q irão aproveitar da lei para conseguir indenizações e outras causas injustas...

mas é aquele negócio: o espírito de porco está no meio de nós, e em todos os meios.

Flavia Melissa disse...

Eita!, que sincronicidade pouca é bobagem!
parece que este é o tema da semana.
E os mil evangélicos que invadiram o congresso nacional protestando contra o projeto de lei que pretende transformar a homofobia em crime punível por cadeia? 2 a 5 anos, é o que dizem.
O problema é... Defina homofobia, fáfavô?!

Gostei do blog.
Volto mais vezes!

Beijos :)

Rafael disse...

Ah, estou ouvindo falar bem menos, muito menos do que há algumas semanas.

Não vai dar em nada.

abraço!

Fabio C. martins disse...

Dá vergonha de ver algo desse tipo. Concordo que a escolha sexual dos Sargentos não deve ser questionada, muito menos recriminada, porém, como fazem parte das Forças Armadas, devem manter a aparência, não deveriam se expor, pois dessa forma podem comprometer a própria "instituição".

Enfim, acredito que eles devem ser julgados pelo comportamento e não pela escolha sexual.

Abraços
_________
Folhetim On Line

Fabrício esf! disse...

Perfeito seu post.

O círculo vicioso se forma: a 'tragédia' cotidiana que tem seus personagens. Personagens que clamam por atenção da mídia. Mídia que precisa da 'tragédia'... e alguém resolve algo?

******************

Já vi várias vezes Delicada Relação, muito bom mesmo. Vc já viu The Bubble também do Eytan Fox?

Danilo Moreira disse...

Acho que o que eles fizeram em carater de disciplina dentro do Exercito deveria ser um problema entre eles e seus superiores e não tão exposto a mídia como foi.

Reprovei totalmente a atitude deles, não por assumirem a sua relação homossexual, mas para escancarar para a mídia da forma sensacionalista que foi e misturar isso às punições que receberam no Exercito (apesar de q eu tb acredito que por eles serem ele estejam mesmo pegando mais pesado, afinal, são conservadores).

Como nós sabemos que há sempre os urubus em busca disso para explorar e lucrar em cima... o resto, vc já sabe.

Abçs!!!!

Como explicar para uma criança um simples pesadelo que na verdade, não é tão simples assim?

Entendeu?

Então, confira:

----------------------------------
O Homem do Sonho

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS... 1 ANO
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Fabrício disse...

Pode assistir tranqüilo. Tenho certeza q não será grana em vão.

Vi o ano passado, no cinema.

:)

Isa disse...

Eu num falei que ia passar aqui!!
EEE eu vi vc hoje. lol
Bjo grande Diegoboy!!

Fabio C. martins disse...

E aí, Diego?
Obrigado pelo comentário, fico muito feliz em saber que você ainda acompanha a história. Esse é um dos motivos que ainda continuo escrevendo! :)

Aliás, o que aconteceu contigo? Não tem mais atualizado o blog com tanta freqüência?

Abraços
_________
Folhetim On Line

Danilo Moreira disse...

Blz Diegão?

Que tal rever algumas pérolas?

Que pérolas?

Então, confira:

----------------------------------
Sessão Nostalgia 3

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Carolzita! disse...

Olá! seu blog foi votado ao prêmio blog 5 estrelas. Parabéns!!!

Participe vc tbm!

O ANTAGONISTA disse...

Concordo com você... a mídia vive de explorar casos sérios e dolorosos da vida real, transformando tudo numa espécie de reality show... e o público gosta! Esse é o maior problema!

Belo texto!
Valeu.

Danilo Moreira disse...

Voce já pensou no que seria capaz de fazer em situações extremas?

Então, confira e opine:

----------------------------------
O Instinto de Sobrevivência

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Danilo Moreira disse...

Volta rapaz. To com saudade dos seus textos bacanas.

Há momentos em que a nossa vida parece uma tinta descascada...

Você já se sentiu assim?

Então, confira:

----------------------------------
Uma Tinta Descascada

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Diego Moretto disse...

Pois é, chega ao cúmulo do ridiculo isso. Mas faezr oq neh? A mídia abre portas e eh nisso q dá. Fama enche os olhos...acreditem. Não duvido que uma capa da G ou um filme porno gay virá por aí...¬¬.

Obrigado amigos pelo comentário e desculpem pela falta de atualizações, hehehe.
:)
Voltem Sempre!