domingo, 26 de abril de 2009

Meme!




Bom, quando ficamos fora do mundo virtual, vivemos em uma angústia diária, as vezes querendo fazer algo e não poder por falta disso. Infelizmente, já faz quase um ano que não tenho acesso livre à uma internet (por isso a escassez de posts e de comentários em blogs amigos alheios), desespero esse que provavelmente acabará na próxima semana, quando enfim chega um lap para moi. E para que as moscas não ocupem o espaço de abril deste blog, resolvi criar um Meme que há muito tempo tenho vontade de fazer. Como gosto bastante de listas, colocarei aqui os meus 10 álbuns favoritos, e o Meme consiste em que cada indicado crie sua lista de 5 álbuns favoritos e repasse a corrente adiante, comentando, é claro, o porquê da escolha de cada disco. Abraços, repassem a corrente para quantos desejarem e em breve voltarei!!!

1º Diorama by Silverchair (2002)

Se há obras-primas na pintura, como 'O Grito' de Edward Munch, ou no cinema como '2001 – Uma Odisséia no Espaço', do Kubrick, na música há o Diorama do silverchair. A banda australiana, conhecida pela versatilidade álbum à álbum, lançou este fantástico disco em 2002, surpreendendo a todos pela beleza de cada instrumento e pela poesia nas palavras do eterno jovem gênio Daniel Johns. Aqui, a orquestração junto ao rock dos meninos, constrói canções que são verdadeiros teatros para os ouvidos, com atos e agudos, além de coros fantásticos, sendo retaliados por cordas sinfônicas em paralelo com instrumentos de uma boa banda de rock. Diorama não é apenas o meu álbum favorito desde os 14 anos, é uma concepção que jamais esquecerei. Ouçam: Acroos the Night, Tuna in the Brine e Without You.

Temple of the Dog by Temple of the Dog (1991)

Este álbum foi uma homenagem que amigos fizeram à um vocalista morto por overdose. E é incrível. Aqui temos membros do Soungardem e Pearl Jam em canções que são um marco no grunge melódico. O timbre juvenil e potente, com escala 8 de Chris Cornell ultrapassa o fantástico e da uma diferença significante em muitas músicas. É o álbum em que a emoção é evidente, e nenhum outro o barra. Fantástico. Ouçam: Say Hallo 2 Heaven, Hunger Strike e Call me a Dog.

Breath by Leaves (2002)
Os irlandeses do Leaves usaram da beleza e da força do inverno Irlandês para que este álbum tivesse a sintonia certa para se ouvir sozinho, ou com apenas mais uma pessoa. As músicas, de caráter melancólico em sua maioria, entram suavemente pelos ouvidos e pairam em nossas mentes como se revelassem um lado desconhecido nosso. É alegremente triste e puramente europeu. Impossível? Ouçam o álbum. Ouçam: Suppose, I Go Down e Crazy.

Audioslave by Audioslave (2002)

Audioslave = banda formada por ex-integrantes do Rage Against the Machine junto ao ex-vocalista do Soungarden, Chris Cornell. Preciso dizer mais alguma coisa? A junção destas duas potências resultou em um álbum estrondoso, com Cornell mostrando a qualidade de sua voz em um rock n’roll seco e avassalado pela guitarra original de Tom Morello. É uma experimentação de garagem que rendeu um dos melhores álbum desta década. Fenomenal. Ouçam: Cochise, Light My Way e Getaway Car.

Day and Age by The Killers (2008)

Sempre gostei bastante da euforia dos Killers. Penso que as músicas, sempre exorbitantes demais, sempre foram minha cara. E quando escutei Day and Age não foi diferente. Brandon Flowers aqui canta todas as músicas em uma excitação original, cheio de agudos e vibratos em que o vocalista busca eternamente se manter em suas músicas. O sentido messiânico do álbum talvez seja para conquistar um maior número de fans. Não precisou de muito para ser um de meus favoritos. Ouçam: Human, Neon Tiger e Good Night, Travel Well.

Neon Bible by Arcade Fire (2007)

The Arcade Fire é atualmente sinônimo de genialidade, é não é por menos. Em seu segundo álbum, os canadenses montam uma experimentação surreal e fazem com que canções ultrapassem o real. As letras são poesias e os instrumentos cada vez mais minuciosos e variados. É um disco para se deliciar a cada música e ir descobrindo, em um mundo fora do seu, um lugar maravilhoso e paralelo. Ouçam: Ocean of Noise, Windowsill, My Body is a Cage.

A Rush of a Blood to the Head by Coldplay (2002)

O Coldplay aqui investe em um mainstrem visível, mas mesmo assim constrói canções absurdamente belas e fortes. Pôr a força de uma bateria ladeada por uma calmaria vocal, já marca da banda, faz com que as letras funcionem com mais clamor e emocionam mais. O cd é repleto de momentos geniais, que parecem nos levar para obscuras memórias de nossa vida. É tocante e incrível. Ouçam: A Rush of a Blood to the Head, Amsterdã e Politik.

50º Aniversary Motown (2009)

A gravadora Motown é responsável pela melhor fase da música na década de 60 e 70. Dela surgiram ícones como Michael Jackson, Diana Ross e Marvin Gaye. Esta compilação lançada em 2009, possui músicas escolhidas por fans da eterna gravadora, e vem reunida em 3 discos. Cada música é uma prova do que atestei: fazem parte da melhor parte da música das décadas de 60 e 70. Fabuloso! Ouçam: Todas!

Acústico MTV - Nirvana (1994)

Este praticamente, álbum póstumo, mostrou o porquê temos em Kurt Cobain o último ídolo do mundo. A revolucionária banda, deixou de lado o tom underground e assumiu a beleza de cordas e da suavidade acústica, colocando influências distintas em cheque. Temos o melhor acústico da história graças a ousadia da banda, que transformou covers em hinos e fez do fim de uma história uma emocionante marca na vida de todos. Ouçam: Where Did U Sleep Last Night, Lake of Fire e All Apologies.

In Rainbows by Radiohead (2007)

Talvez não seja apenas por ser um divisor de águas na história da música, ou por ter sido feito pela banda com maior potencial filosófico genial atualmente. O que se sabe, é que, música por música, temos a prova de que o mercado musical criativo mundial está em falta. A cada susurro, a cada tom elevado ou dançante, é um chamativo para que possamos refletir sobre aquele som e sobre a vida. É belo demais para ser descrito de forma tão fugaz. Ouçam: Jigsaw Falling Into Place, Nude e Videotape.

Agora indicarei 10 dos meus blogs favoritos, que peço sinceras desculpas pela ausência e que em breve voltarei. Grande abraço a todos e espero que gostem do Meme. DIEGO MORETTO.

http://do-gmas.blogspot.com/

http://blogpontotres.blogspot.com/

http://jucymm.blogspot.com/

http://oelementofogo.blogspot.com/

http://flaviamelissa.blogspot.com/

http://misquilinas.wordpress.com/

http://vladirduarte.blogspot.com/

http://pensamentosequivocados.blogspot.com/

http://exagerosdoleo.blogspot.com/

http://www.champ-vinyl.blogspot.com/


8 comentários:

EXAGERADO disse...

Oi,Moretto

Sua lista é incrível.Identifiquei-me com quase todos os álbuns;
Dentre esses destaco Arcade Fire ,como vc disse é um disco para se deliciar a cada música e ir descobrindo, em um mundo fora do seu, um lugar maravilhoso e paralelo.
Obrigado por ter me indicado .Não juro que vou responder,pois meu blog tem uma outra proposta da qual não gosto de fugir.De qq forma,adorei e agradeço.
Abraço,véio

Vladir Duarte disse...

Meu grande amigo virtual Diego,

ainda nem li o post, nem sei sobre o que é o meme, mas já vim aqui agradecer a indicação e dizer que vou responder sim. Afinal, sou seu fã e você é um dos leitores mais antigos e participativos do meu blog!

Valeu!

Vladir Duarte disse...

Agora que li o post, tive que voltar e comentar novamente, apenas para expressar minha felicidade e alívio por sua volta ao batente (= postagens mais frequentes). O mundo dos blogs agradece!!!

Flavia Melissa disse...

Concordo com o Vladir, Diego, fico feliz om seu retorno.

E não precisa se desculpar pela ausência da net. Você voltando a estar mais ativo na blogsfera vai perceber o quanto eu ando ausente pelos exatos mesmos motivos que você!

A esperança é a última que morre...
Vou responder sim, mas queria colocar o selinho no meu blogue e não consigo visualizar...

Beijos, beibe!

Larissa Bohnenberger disse...

Valeu Diego.
Vai ser uma escolha difícil, mas prometo postar minha lista em breve!
Bjs!

Ju disse...

Adorei o meme.... obrigada!
Já dei minha continuação......rs
...o acústico do Nirvana tb está na minha lista!!

Espero que retorne logo para dar continuidade a este ótimo blog.

Beijo!

Danilo Moreira disse...

Ola Diego, blz?

Desculpe pela demora em comentar o tempo agora está escasso pra mim por causa da facul.

Só tinha ouvido músicas do Audioslave e do Radiohead - In Raimbows. Os outros ainda vou conferir.

Obrigado pelo Meme, a minha lista ainda vou montar, mas acho que será um choque para quem for ler devido à mistureba de coisas que eu gosto...hehehehehe

Abçs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

POst: Curiosidades sobre Os Simpsons

Dorian disse...

A blogosfera aguarda a chegada do seu laptop. Quando aos álbuns, achei incrível. Nunca tinha ouvido sequer falar dessas bandas (com exceção do Nirvana, essa sim, ouvi falar). Esse mundo da música não é frequentado por mim. Para você ter idéia meus cantores preferidos são Frank Sinatra e Rod Stewart. Mas acho igualmente incrível a internet através dos blogs, devido a essa possibilidade de juntar no espaço virtual pessoas de gostos, pensamentos e vidas diferentes mas que juntas tem algo em comum: A vontade e até a necessidade de se expressarem. Que possamos continuar compartilhando nossas diferenças e afinidades.