terça-feira, 25 de novembro de 2008

O Jogo da alienação.

A mídia sempre foi a precursora de modismos e influências na vida da maioria das pessoas no mundo. Ditar tendências, gírias, modos de vida, enfim, características que adotamos devido a algo passado pela mídia e que, por algum fato, nos simpatizamos com determinada coisa a ponto de a adotarmos.. Sejam filmes, novelas, músicas, ou bandas estilosas, todas elas de alguma forma fazem parte de nossa vida.

A mídia senhores (as), é um veículo que ao mesmo tempo em que destrói, pode vangloriar determinado artista visando exclusivamente o lucro. Exemplos são vastos, mas o que me fez escrever sobre isso foi o novo auge ao qual a “cantora” Britney Spears se encontra no momento depois de tantos baixos.

Spears é a capa e recheio da edição de dezembro da revista Rolling Stone americana, nada mais nada menos do que revista com maior influência no campo da música mainstream no mundo. Sucessora de fracassos na vida pessoal, que se acumula em perda da guarda dos filhos e internação em clínica psiquiátrica, Britney é hoje (novamente) a maior artista pop com menos de 30 anos.

Após o lançamento do ótimo Blackout no final do ano passado, seus singles, ao serem lançados, não saem do pódio de listas especializadas das mais tocadas. Seu novo sucesso, Womanizer, foi recorde de downloads pagos e seu novo cd (Circus, 02/12/08), assim como o anterior, é esperado por milhões no mundo todo. Fora isso, há as (estranhas) vitórias nos prêmios da MTV americana e européia. Sim, Britney voltou com tudo.

Mas o que é estranho, é que por dois anos a cantora apenas era vista como um fracasso ambulante. Tida como a sucessora de Madonna, Brit já tinha seu fim decretado por todos do show business. Manchetes e mais manchetes ditavam 24hrs do dia de Spears, procurando qualquer indício de barraco ou coisas afins. É lamentável, mas era o que acontecia.

Hoje, fotos com crianças na escola e entrevistas de arrependimento entram em detrimento à vida de Spears há pouco mais de um ano. É um jogo de negócios. Britney ainda gera muito dinheiro ao show business, suas músicas, por menos talentosa que a cantora seja, sempre são sucessos e sempre são ótimas, se tratando na categoria em que ela se encaixa. Circus já pode ser baixado e escutado, e nele é visto mais um “disco de ótimos produtores”, ou seja, há tantos mecanismos nas músicas que fica difícil perceber a Britney da época de Baby One More Time... (seu primeiro grande sucesso), mesmo assim, é um bom álbum e venderá que nem água novamente.

A mídia tem esse poder: ao mesmo tempo em que destrói, põe o artista lá em cima. É tudo alienação. Mexer com a mente das pessoas virou moda para se ganhar dinheiro. Infelizmente é inevitável. São conseqüências da nova era.

Dica do Post:
Começou a temporada de ótimos filmes no cinema. Assistir a todas as seções anda sendo uma tarefa complicadíssima, mas sempre arrumamos tempo para a arte não é mesmo? Assim, a dica de hoje vai para mais um filme deslumbrante do ótimo Woody Allen. Vicky Cristina Barcelona é uma comédia romântica recheada de inteligência e bom gosto. Cada personagem se encontra em total sintonia e harmonia e uma história totalmente redonda. Grande destaque à Penélope Cruz, que arranca boas risadas com sua eufórica Maria Elena.
[SINOPSE] Duas jovens americanas, Vicky (Rebecca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson), vão passar as férias de verão em Barcelona. Vicky é uma mulher sensível e está prestes a se casar; Cristina é dada a aventuras sexuais. As duas viverão um intenso - mas complicado - romance entre elas e também com Juan Antonio (Javier Bardem), um carismático pintor que vive uma tempestuosa relação com a ex-mulher Maria Elena (Penélope Cruz).
NOTA: 9,0

5 comentários:

Ju disse...

a midia infelizmente consegue msm controlar os pensamentos e gostos da sociedade em geral, a propria Madonna já declarou em entrevista este poder da mídia de hoje te colocar lá em cima, e amanhã lá em baixo, segundo ela baseada em experiência própria...a mídia é nada mais q uma grande manipuladora de opiniões....

Em relação a dica do filme... to doida pra ver... desde que vi que seria lançado..deve ser otimo.
Beijo!

[ rod ] disse...

Alienação mesmo é ainda acreditar ou se pautar por tudo isso.

Vê o caso do Fábio Assunsão.. posando de moçinho sofrido envolvido com drogas... se fosse um coitado de um pobre de uma favela qualquer desse meu Brasil... como o tratariam?

Haja panos quentes.

Abçs,



Novo Dogma:
roMance...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Vladir Duarte disse...

A Mídia e a indústria da música estão acabando com os artistas... um bom marketing parece resolver qualquer problema de falta de talento.
Se britney vai ser a sucessora de Madonna? Certamente, porque esta última também não tem talento musical nenhum... em contrapartida, sobre talente para a auto-promoção... algo que Britney também jé começa a mostrar que possui.

Valeu.

Diego Moretto disse...

Pois é, manipular o espectador não é uma tarefa difícil e a mídia faz isso frequentemente. Pois isso vende e gera muita grana. Artista montados como Brtney Spears, Madonna, entre outras várias, são produtos comerciais que atraem milhões de seguidores. É tudo um jogo, em que vencedores e perdedores já estão contados.

Muito obrigado pelos comentários pessoal. Voltem sempre e grande abraço! =)

wishfulthinking disse...

adoro as musikas da brity pra dançar, falomesmo hahahaha