segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Desculpas e Dicas aos leitores:


Então galera, antes de seguir com o assunto do post, gostaria de pedir desculpas pela ausência no blog. É que atualmente estou sem pc, e misturado a correria do dia-a-dia, ando sem tempo de parar e escrever com atenção. Mas abaixo trago dois posts novinhos para vocês. Realmente espero que gostem. Grande abraço e sinceros perdões.
.Diego Moretto.

Trago também à vocês leitores, um tipo de campanha que peguei por alto mas que possui uma força e uma ideologia divinas, buscando através da informação e da educação, a melhor forma de se encontrar uma liberdade de expressão, que foi inibida por certas podridões nas festas raves.

As concentrações de músicas eletrônicas em grandes fazendas ou campos, foi popularizada como ambientes onde a droga e a libertinagem correm soltas. Quem freqüenta sabe que não é bem por aí. Como sempre, todos pagam pelos erros de alguns. E assim, a melhor forma que as inteligentes autoridades de nosso país encontram para banir os problemas dessas festas, é banindo-as. Por isso que as atitudes devem vir de nós: Use as raves, as batidas eletrônicas como meio de fuga da realidade ruim que nos cerca. Tenha um contato gostoso com o meio bonito onde costuma acontecer essas festas. Ria. Pule. Dance. Divirta-se sozinho ou com seus amigos. Acredite, não há nada melhor do que um relaxamento como esses. Tudo limpo e de forma civilizada, para que os outros não paguem pelos seus erros.

Movimento Pela Liberdade (SITE):

Dica do Post:

Assistam ao Video do Movimento Pela Liberdade. Vejam e ouçam com atenção, a sociedade precisa de vez em quando de uma injeção dessas:

<http://br.youtube.com/watch?v=ZXjAPgieSrc>


6 comentários:

Lizandra Rodrigues disse...

=)

Larissa Bohnenberger disse...

Pois é...
Acho muito válido este manifesto, embora não acredito muito que dê algum resultado... pq infelizmente as raves da atualidade são, em sua grande maioria, um encontro entre jovens usuários de drogas para testarem seus limites. Os amantes das raves por sua essência tornaram-se minoria, e é uma pena que esta minoria seja prejudicada, porém, pelo que vejo as coisas estão fora de controle demais.
Eu, pra falar a verdade, nem curto música eletrônica, meu tipo de balada é outro. Mas tenho alguns amigos fãs de raves, e posso te dizer que todos eles vão para ficarem 'doidões'!
Mas enfim, a toda campanha para o bem é válida, não?
Bjs!

R Lima disse...

Nunca mais que vim aqui.. tava a sentir saudades..

Té amigo e vamos nos encontrar,




Texto de hoje: veLa...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Danilo Moreira disse...

É sempre assim, todo mundo paga pelos pecados da minoria.

Abçs!!!!

Confira:

----------------------------------
O Hábito Faz o Monge

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

east-high disse...

Axo válido, para mudar o conceito (ou pré-conceito), que alguns fazem sobre raves, já que sempre generalizam tudo e todos...

Diego Moretto disse...

Pois é, concordo com a Larissa no ponto que atualmente a maioria das festas raves se tornaram testes de limites de retardados drogados. Mas ainda podemos tentar mudar essa óptica. Tenho a sorte de no meu grupo de amigos todos serem adeptos das biritas, deixando drogas de lado, se todos pensarem deste jeito, sem exageros e respeitando leis, a sociedade enxergará essas maravilhosas festas com outros olhos.

Muito Obrigado pelos comentários pessoal. Por favor, voltem sempre.=)