domingo, 24 de janeiro de 2010

A Espera de Na’vi


Estamos sendo obrigados a viver em um novo mundo, a mercê de mudanças que afetarão e muito nossa vida hoje e amanhã, e ficamos a espera da boa vontade de autoridades para tentar reverter a vingança limpa que estaremos enfrentando nos próximos anos.

Ao final de 2009 fomos surpreendidos com o COP-15, a Conferência Climática de Copenhagen, que nada mais foi do que a comprovação de que os países elitistas e endinheirados que ocupam o topo da lista dos mais ricos do globo não estão dispostos ainda a encarar o aquecimento global como um fato e muito menos em desencadear alternativas suficientes e vigentes para que o regresso deste acontecimento aconteça, ao invés de aumentar. Ali fomos obrigados a assistir uma batalha de egos em que financiar projetos para a redução de monóxido de carbono nas urbanizadas cidades de seus países, investindo bons bilhões de dólares, parecesse piada, já que pelo visto, esta “viagem científica” parece piada diante tantos outros problemas maiores a se resolver, como guerras pessoais.

Para coroar a baboseira que foi a conferência, tivemos a volta de James Cameron e seu fascinante Avatar, que além de tudo passa uma mensagem realmente peculiar e que deve ser levada a sério. Era o que queríamos ouvir de nossos representantes na conferência.

No mais, infelizmente, na virada do ano, a prova cabal de que não podemos mais ser tão egoístas diante o mundo em que vivemos aconteceu e não dá para virar as costas e apenas lamentar diante da magnitude que foi o desastre. Por volta de 100 mil mortos em um país onde a miséria já figurava com a principal mazela, o grande terremoto no Haiti, em meados deste mês acabou de vez com um país que já nada tinha a perder. No momento todos os olhos estão voltados para lá, ações políticas e humanitárias ao montes. Milhões e milhões de dólares arrecadados para a reconstrução do local e pedidos de ajuda para nós civis. É nessas horas que percebemos que apenas nós mesmos para fazer algo por este mundo. Que muda-lo depende de nossa boa vontade e de nosso poder em levar aos olhos de todos que não podemos mais crescer financeiramente e corporativamente sem a ajuda da natureza. Não podemos mais ignorar o fato que os tempos e o tempo/clima são outros. Já obtivemos provas suficientes, em vários cantos do mundo de que ainda somos muito suscetíveis aos tormentos naturais, e nisso fica a questão: até quando ainda ignoraremos que não somos nada diante a força da natureza, e até quando iremos lutar contra essa maré, ao invés de incorporar isso na construção deste nosso planeta? O desastre no Haiti não vai ser o único, e infelizmente ainda passaremos por muita coisa parecida. O que nos resta é fazermos nossa parte e cobrar dos egoístas que comandam nosso mundo um pouco de luz na escolha de projetos que beneficie a todos, inclusive a natureza, adotando nela uma parceira, e não uma inimiga.

Dica do Post:

Como mencionado, tardiamente imploro para que não percam o fenômeno Avatar nos cinemas. Concordo do fraquíssimo e super previsível roteiro, mas vocês não viram nada igual mesmo até hoje. É um divisor de águas do cinema tecnológico. É um novo começo para o blockbuster. E novamente, a era do cinema é renovada. A fotografia com as locações formam um ambiente surreal, um mundo em que todos sonham em viajar, em uma história inesquecível e cheia de clichês essenciais para compreendermos o quão nojentos podemos ser, já que o filme aposta em adotar o ser humano como um ser desprezível de caráter e de confiança. Não percam, muito menos em 3D. O mundo de Na’vi merece ser visitado por todos.

(Nota: 9.5)



7 comentários:

Arthurius Maximus disse...

O ser humano será cobrado (em vidas) pela sua interferência desastrosa na natureza. As enchentes aqui e o terremoto no Haiti são apenas o começo.

Vladir Duarte disse...

O medo que tenho é que já seja muito tarde para mudar o rumo da natureza que parece estar se defendendo do homem! Deus nos salve!

Ester Watanabi disse...

Gostei do seu blog, super interessante! Suas postagens são 10! Siga-me!

Danilo Moreira disse...

Ola Diego!!

É como eu comentei num outro blog, a maioria das pessoas só se mobilizam em prol da solidariedade e da consciencia quando ocorrem tragédias desse tipo, enquanto isso, o mundo vai apodrecendo na mão de endinheirados cheios de ego e intenções politicas. O que mais dá raiva é que se ocorre algo parecido em seus locais, eles tem todos os recursos para se defenderem, agora as maiores vitimas, os abaixo da linha da probreza, são os que mais pagam por isso.

Já assisti Avatar e fiquei fascinado pelo universo que criaram. E mais feliz ainda, pois pela primeira vez eu vejo um filme de Hollywood tratando um exercito (pelo que percebi, americano), como os vilões da história, como aqueles mercenários que exterminam povos em prol da conquista de suas riquezas, e nao "os heróis defendendo o mundo de bárbaros", como ja vimos em trocentos filmes produzidos, principalmente na década de 80. Fora a mensagem muito bem passada de que antes de julgar devemos conhecer e respeitar a cultura de outros povos. Por isso que me apaixonei pelo filme.

Parabéns pelo post!!]


Abçs amigo, e se cuida!!!!

オテモヤン disse...

オナニー
逆援助
SEX
フェラチオ
ソープ
逆援助
出張ホスト
手コキ
おっぱい
フェラチオ
中出し
セックス
デリヘル
包茎
逆援
性欲

adriana disse...

Diego,
Adorei o post!
realmente o mundo está um caos e o homem, mais uma vez, assitindo de camarote, como se, realmente, não fosse o responsável. É triste demais ver essa obra explendida deteriorando-se e os que podem ajudar n o fazem. Todos ficam à espera de um milagre! Inclusive eu...

E sobre o paraíso Na'vi...bem, fiquei encantada e em estado de graça! Apaixonada mesmo. E tb frustrada pelo filme n levar o Oscar. Não achei Guerra ao Terros lá essas coisas. Estou cansada de me confrontar com a desgraça todos os dias nos jornais locais. Mas, afinal, eles lá dizem q entendem do babado...

Anotei as dicas das Bandas, vou dar uma olhada pra ver se vou gostar tb!

no mais, parabéns pelo blog. Vc escreve super bem! Tem boas idéias...traga sempre novidades da Cidade Maravilhosa pra gente!

beijão

http://meninabezerra.blogspot.com/

Jordania disse...

Gostei muito do Post,
Sou geográfa, comecei a pouco tempo no blog, tenho um texto sobre o Haiti no Meu blog, bem interessante, aviso já, o texto não é meu, mas achei muito bom e quero dividir com o máximo de pessoas possíveis para uma analise crítica, tem os devidos créditos e se quiser da uma olhada no blog do dono do texto eu coloquei o link tbm, pq ele escreve simplismente MUITO BEM !!! Fique avontade. !